There are no more beginnings

A única coisa a lamentar da minha presença no concerto do Bruno Pernadas, anteontem, no Teatro Maria Matos, foi o facto de não me encontrar na condição de virgem. Sabia mais ou menos ao que ia. Invejo, por isso, os que, pela primeira vez, entraram numa sala de espectáculos desconhecendo a The Bruno Pernadas Experience, circunstância irrepetível para apreciar, em todo o seu esplendor, o soco no estômago que constitui aquela wall of sound. Um caso muito sério de talento, trabalho e engenho.

Standard

One thought on “There are no more beginnings

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s